Orkut Scraps - Wiccan


“Por dentro e por fora a Deusa está em mim…
Eu sou da Deusa para toda ação do bem,
Debaixo de mim surge Sua energia de toda a terra;
Sendo minha fundação e minha casa,
Por cima ela me derrama Sua luz do Sol e da Lua encantadora.
Em minha mão direita recebo a força,
Para controlar e dirigir minha magia,
Escondida no fundo de minha alma.
Em minha mão esquerda recebo as habilidades,
De sua energia divina para curar e ajudar,
Com a sabedoria do tempo.
Para mim, é a fonte da bênção.
Assim será e nunca acabará.”

autoria desconhecida

sábado, 30 de agosto de 2014

AS 13 METAS DA BRUXA

1. Conhecer a si mesmo.
2. Saber a sua arte.
3. Aprender e buscar conhecimento sempre.
4. Usar o que você aprendeu corretamente.
5. Manter o balanço (equilíbrio) de todas as coisas.
6. Manter suas palavras verdadeiras.
7. Manter seus pensamentos verdadeiros.
8. Celebrar a vida.
9. Alinhar você mesmo com os ciclos da Terra.
10. Manter seu corpo saudável e forte.
11. Exercitar seu corpo, sua mente e seu espírito.
12. Meditar, relaxar e se controlar.

13. Honrar a Deusa e o Deus em todos os momentos.

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

A Deusa conhece o coração de cada filho, de cada mulher, de cada mãe, de cada pai, ela sempre vai ouvir a todas as suas orações.

domingo, 24 de agosto de 2014

The Mystic Dream (Avalon) - LOREENA McKENNITT - music4peace

Loreena McKennitt - The Mummer's Dance (Legendado)

PENTAGRAMA

O Pentagrama é um dos símbolos pagãos mais utilizados na magia cerimonial pois representa os quatro elementos (água, terra, fogo e ar) coordenados pelo espírito, sendo considerado um talismã muito eficiente.
O pentagrama sempre esteve associado com o mistério e a magia. Ele é a forma mais simples de estrela, que deve ser traçada com uma única linha, sendo conseqüentemente chamado de "Laço Infinito
A potência e associações do pentagrama evoluíram ao longo da história. Hoje é um símbolo onipresente entre os neopagãos, com muita profundidade mágica e grande significado simbólico. Um de seus mais antigos usos se encontra na Mesopotâmia, onde a figura do pentagrama aparecia em inscrições reais e simbolizava o poder imperial que se estendia "aos quatro cantos do mundo". Entre os Hebreus, o símbolo foi designado como a Verdade, para os cinco livros do Pentateuco (os cinco livros do Velho Testamento, atribuídos a Moisés). Às vezes é incorretamente chamado de "Selo de Salomão", sendo, entretanto, usado em paralelo com o Hexagrama.
O pentagrama é associado com o corpo da bruxa, e é usado para proteger. Tradicionalmente, o pentagrama é uma peça redonda de metal, madeira ou argila, sobre a qual está inscrito uma estrela de cinco pontas, dentro de um círculo.
O Pentagrama representa em magia wicca, os elementos Água, Fogo, Terra, Ar e o Espírito que é o Éter. E sua energia controla a formação dos elementos desta matéria.
É muito importante a presença de um pentagrama no altar de um bruxo ou uma bruxa. É o símbolo de proteção maior em magia.
O Pentagrama é conhecido com a estrela do microcosmo, ou do pequeno universo, a figura do homem que domina o espírito sobre a matéria, a inteligência sobre os instintos. Na Europa Medieval era conhecido como "Pé de Druida" e como "Pé de Feiticeiro", em outras épocas ficou conhecido como "Cruz dos Goblins". O Pentagrama representa o próprio corpo, os 4 membros e a cabeça. É a representação primordial dos 5 sentidos tanto interiores como exteriores. Além disso, representa os 5 estágios da vida do homem:
Nascimento: o início de tudo
Infância: momento onde o indivíduo cria suas próprias bases
Maturidade: fase da comunhão com as outras pessoas
Velhice: fase de reflexão, momento de maior sabedoria
Morte: tempo do término para um novo início
O Pentagrama representa o homem dentro do círculo, o mais alto símbolo da comunhão total com os Deuses. É o mais alto símbolo da Arte, pois mostra o homem reverenciando a Deusa , já que é a estilização de uma estrela (homem) assentada no círculo da Lua Cheia (Deusa). Cada uma das pontas possui um significado particular:
PONTA 1 - ESPÍRITO: representa os criadores , a Deusa e o Deus, pois eles guiam a nossa vida e nos ajudam na realização dos ritos e trabalhos mágicos. O Deus e a Deusa são detentores dos 4 elementos e estes elementos são as outras 4 pontas.
PONTA 2 - TERRA: representa as forças telúricas e os poderes dos elementais da terra, os Gnomos. É a ponta que simboliza os mistérios, o lado invisível da vida, a força da fertilização e do crescimento.
PONTA 3 - AR: representa as forças aéreas e os poderes dos Silfos. Corresponde à inteligência , ao poder do saber, a força da comunicação e da criatividade.
PONTA 4 - FOGO: representa a energia, a vontade e o poder das Salamandras. Corresponde às mudanças, às transformações. É a força da ativação e da agilidade.

PONTA 5 - ÁGUA: representa as forças aquáticas e aos poderes das Ondinas. Está ligada às emoções, ao entardecer, ao inconsciente. Corresponde às forças da mobilidade e adaptabilidade. Portanto, o Bruxo que detém conhecimento sobre os elementos usa o Pentagrama como símbolo de domínio e poder sobre os mesmos.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

ORAÇAO CELTA

"Que atendas  ao teu anseio de ser livre.
Que as molduras da tua integração sejam suficientemente amplas para os sonhos da tua alma.
Que te levantes todos os dias com uma voz de bênção murmurando em teu coração que algo de bom te vai acontecer.
Que encontres uma harmonia entre a tua alma e a tua vida.
Que a mansão da tua alma nunca se torne um local assombrado.
Que reconheças o anseio eterno que vive no cerne do tempo.
Que haja benevolência no teu olhar quando contemplares o teu íntimo.
Que nunca coloques muros entre a luz e ti.
Que o teu anjo te liberte das prisões da culpa, medo, decepção e desespero.
Que permitas que a beleza espontânea do mundo invisível te recolha, cuide de ti e te inclua na integração. Que atendas ao teu anseio de ser livre.
Que as molduras da tua integração sejam suficientemente amplas para os sonhos da tua alma.
Que te levantes todos os dias com uma voz de bênção murmurando em teu coração que algo de bom te vai acontecer.
Que encontres uma harmonia entre a tua alma e a tua vida.
Que a mansão da tua alma nunca se torne um local assombrado.
Que reconheças o anseio eterno que vive no cerne do tempo.
Que haja benevolência no teu olhar quando contemplares o teu íntimo.
Que nunca coloques muros entre a luz e ti.
Que o teu anjo te liberte das prisões da culpa, medo, decepção e desespero.

Que permitas que a beleza espontânea do mundo invisível te recolha, cuide de ti e te inclua na integração."
RELIGIÃO  WICCA

Com a chegada do século XXI ressurge uma religião que se propõe a resgatar a Deusa Mãe e as forças da natureza. Esta é a religião Wicca que traz dos antigos cultos pré-cristãos a inspiração para cultivar sua filosofia,onde tudo é criado por uma divindade feminina. A palavra wicca vem do inglês arcaico "wicce" ou do saxão "wich",que significa dobrar,girar,ou moldar.Daí a idéia dos principais objetivos da bruxaria moderna,que é transformar a natureza em nosso favor.Os homens primitivos viviam acreditando na natureza e em seus ciclos.Os cultos wiccas as crenças são centradas no feminino e nos mistérios da fertilidade. O homem antigo não tinha ainda associado a reprodução ao ato sexual e via a gravidez e o nascimento como algo sagrado,como um presente dos deuses. Nossos ancestrais acreditavam que as mulheres engravidavam deitadas ao luar,através da Grande Deusa personificada como a Lua.Este princípio divino feminino prevaleceu muito tempo com a crença de que havia uma Deusa que criara tudo que existia sobre a Terra,até mesmo seu complemento masculino,o Deus.O culto portanto era à Deusa e ao Deus,como à lua e ao sol. Com o passar dos anos,os valores se inverteram,e foi se dando mais valor ao masculino,até os dias atuais.
Carrego dentro de mim a vontade de ser Bruxa, de me dedicar a Bruxaria, senti algo, além de me identificar com a força da natureza. É assim que o dom chegou até mim, começou a se manifestar naturalmente, sem que percebesse, e de repente já sou uma Bruxa. É como se a Deusa dissesse em meu ouvido que é hora de acordar e viver não só no plano material, como no plano espiritual.



quarta-feira, 20 de agosto de 2014

ISIS A DEUSA DO AMOR

Ísis, a deusa do amor e da mágica, tornou-se a deusa-mãe do Egito.

Tamanho: 14 cm
Acabamento: AcobreadoMaterial: Resina

Valor: 14,00 reais 


Kit Coruja da Sorte

Descrição do produto
Corujas com desenhos de ideogramas ( Harmonia, Amor, Felicidade, Sorte.)
Kit com 4 peças

Valor:30,00


Unitário: R$ 6, 98 
Tamanho: 10 cm

Material: Resinat

terça-feira, 19 de agosto de 2014

PENTÁCULO PARA ALTAR

Mede: 26x21cm

O Pentáculo sempre possui um Pentagrama inscrito e em algumas tradições como a Gardneriana e Alexandrina ele é gravado com outros símbolos mágicos que representam a Deusa, o Deus, o mundo, entre outras coisas.

Produzido em zamac com banho de Níquel

Diâmetro: 10,0 cm


Acompanha saquinho em oxford preto para guardar seu Pentáculo.

Valor: 




Dupla de Corujas Porta Vela

Descrição do Produto

Composição da Embalagem: 1 Dupla de Corujas.

Medidas Aproximada do Produto:

Altura Total: 10 cm
Largura: 6 cm

Profundidade: 6 cm


Peso Aproximado: 96 gramas.

Valor: 25,00
Colar Fenix

Fênix é um pássaro lendário da mitologia grega, que morria, mas depois de algum tempo renascia das próprias cinzas. O pássaro Fênix, antes de morrer, entrava em combustão, para depois renascer.
Simboliza força, imortalidade e renascimento.

Medidas Aproximada do Produto:

Pingente 3 cm.

Corrente: 45 cm.


Disponíveis no Banho Ouro ou Ródio. Valor Referente a um item. Banho Ouro: Produzido em metal com liga especial para que o banho de ouro tenha maior durabilidade. Banho Ródio: Produzido em metal com liga especial para que o folheado a RHODIUM (Metal nobre hipoalérgico) tenha maior durabilidade. Semi joia com proteção divina!

Valor: 



TOALHA PARA ALTAR TRILUNA

70X70 CM


COR: PRETA E ROXA

Valor: 38,00
TOALHA PARA ALTAR - PENTAGRAMA

MEDE: 70 x 70 cm.

Descrição: Tecido Oxford, cor preta estampada em silk screen prateado com pentagrama.


COR: Preta e Roxa

Valor: 37,00 reais
Cálice Pentagrama

O Cálice é um dos símbolos do Sagrado Feminino e do ventre da Deusa. Ele é usado para conter o vinho, água e demais líquidos que forem usados nos ritos.
O Cálice é o símbolo do elemento água sobre o altar.
É o receptáculo de forças espirituais, e sua finalidade principal é auxiliar na concentração do círculo e brindar aos deuses.

Medidas Aproximada do Produto:

Altura Total: 17 cm

Altura Lâmina: 8 cm

Profundidade: 8 cm


Peso Aproximado: 17 gramas.

Valor: 



CALDEIRÃO DE FERRO GRANDE (4 Litros)

DIMENSÃO: 17 X 21 CM


PESO: 4900 gramas

Valor: 190,00

ESTRELA DE 5 PONTAS ( PENTAGRAMA) EM PRATA 950


DIMENSÃO: 3 CM DE DIAMETRO

Valor: 120,00

CRUZ EGÍPICIA DA VIDA OU ANSATA

Descrição

A cruz egípcia, também denominada Ansata, Ansada (do egípcio antigo Ankh, que significa simplesmente Vida).

O Ankh, como todas as cruzes do mundo, representa a vida, pois é a união entre a linha feminina horizontal com a linha masculina vertical. Portanto, o positivo-homem unindo-se ao negativo-mulher formam a vida, um novo Ser, uma concepção, tanto espiritual quanto física.

Simboliza também a fecundação da terra pelo Sol.. Os egípcios cristãos (coptas) acreditavam ser esse signo um símbolo da força nutriente da cruz de Cristo, apesar de ser muito anterior ao cristianismo.

A cruz egípcia é tanto uma representação do sagrado na tradição egípcia quanto um símbolo de proteção energética.

Produto em prata 950. Dimensão: 2,7 cm de largura por 5,4 cm de altura.


(Obs.:(
Não acompanha corrente.)
COLAR TRILUNA

Medidas Aproximada do Produto:
Pingente: 2,7 cm de Altura.
Pingente: 4 cm de Largura.
Corrente: 45cm.
Disponível em Banho de ouro ou Banho de rodio

Pentagrama
Originalmente símbolo da deusa romana Vênus foi associado a diversas divindades e cultuado por diversas culturas. O símbolo é encontrado na natureza, como a forma que o planeta Vênus faz durante a aparente retroação de sua órbita.
Trata-se de um dos símbolos pagãos mais utilizados na magia cerimonial, pois representa os quatro elementos (água, terra, fogo e ar) coordenados pelo espírito, sendo considerado um talismã muito eficiente.


Valor: 

Prato de Altar Lei Wicca

Descrição do Produto: Produzido em estanho. Pode ser usado como adorno de parede, pois contém gancho para pendurar. Lei Wicca - Com o símbolo do pentagrama no centro, e a Lei Wicca inscrita em runas: “If it harm none, do what you will” que significa em português: “Sem nenhum mal causar, faz o que tu queres”
Dimensão: 8 cm


O Prato de Altar serve para como recipiente para guardar diversas coisas no altar como ervas, pedras, carvão, flores ou outros elementos mágicos, e para queimar incensos e ervas, etc... Também pode ser usado para colocar os 4 elementos em seu altar (um para terra: pedras, um para agua: conchas, um para fogo: velas e um para ar: incensos).
Bruxinha Mirtsie Sorte

Descrição do Produto: Bruxinha produzida artesanalmente em estanho. Sapo e Gato - Estes dois animais afastam energias maléficas num ambiente, e trazem juntos com Mirtsie, boa fortuna e prosperidade.


Dimensão: 6 cm

Valor: 
Bruxinha Mirtsie Proteção

Descrição do Produto: Bruxinha produzida artesanalmente em estanho. A vassoura é um símbolo das forças purificadoras da natureza,e protege o ambiente.


Dimensão: 6 cm

Valor: 
Bruxinha Mirtsie Desejos

Descrição do Produto: Bruxinha produzida em estanho. através de seu Livro das Sombras ela traz consigo sua sabedoria, onde conta todos os segredos de seus encantamentos.


Dimensão: 6 cm

Valor: 
GNOMO VASO DE FLORES

Descrição do Produto:

Composição da Embalagem: 1 Gnomo Vaso de Flores em resina.confeccionado artesanalmente.

Medidas Aproximada do Produto:
Altura Total: 20 cm
Largura: 18 cm
Profundidade: 11 cm

Peso Aproximado: 550 gramas.

VALOR: 50,00





ATHAME CELTA 


 ALT.: 23 CM LARG.: 6 CM ALT. DA LAMINA: 13 CM

VALOR: 50,00








CRUZ CELTA Descrição Quem disse que a cruz é um símbolo exclusivo do cristianismo se enganou redondamente. Inúmeros povos e culturas pré-cristãos se utilizaram desse símbolo sagrado de redenção, entre eles os celtas, místicos por excelência. Cruz Celta em prata 950 com liga italiana envelhecida, nas medidas de 4,5 cm por 2,8 cm. Peso 8 gramas.

Athame Triluna e Árvore da Vida


Descrição do Produto: Athame com cabo de madeira preto e lamina em níquel. 
Ele é geralmente gravado com símbolos mágicos em seu cabo e mantido guardado quando não estiver sendo usado. Em algumas tradições o athame só é usado ritualisticamente, enquanto em outras ele é usado para todas as finalidades mágicas.

Dimensão: 23,5 x 6 cm (lâmina 13 cm)

Valor: 45,00 reais



Castiçal Lei Wicca



Descrição Produtos: Castiçal em estanho. Contém a Lei Wicca inscrita em runas: “If it harm none, do what you will” que significa em português: “Sem nenhum mal causar, faz o que tu queres”.

Dimensão: 4 x 5 cm


Valor: 45,00 Reais




















segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Quatro são as fases populares da Lua, astro muitíssimo reverenciado entre os praticantes de Bruxaria. Nova, Crescente, Cheia e Minguante, cada fase com sua particularidade e indicações para trabalhos mágicos.

Há, no entanto, uma fase não conhecida por todos, mas de grande poder dentro da Magia. É o que chamamos de Lua Negra. Por que Lua Negra?
A Lua Negra ocorre nos três dias que antecedem a Lua Nova. Ou seja, a Lua Negra funciona mais como uma sub-fase de transição entre a Lua Minguante e a Lua Nova - se você levar em conta aquela marcação de 7 dias corridos para cada fase.

Nesse período dos últimos três dias de Lua Minguante, é possível que você veja a lua em seus últimos momentos de luminosidade. A última noite e, portanto, a noite que antecede a Lua Nova, é um momento de total escuridão lunar. O astro não pode ser visto e sua energia agora é mais sombria e mais difícil de conectar-se.

A Lua Negra representa o seu próprio eu, os seus próprios medos e a sua escuridão interior. Na Lua Negra, temos a oportunidade de lidar com nossa face mais sombria - aquela que talvez não compreendemos ou não sabemos controlar com exatidão. A Lua, como símbolo da Grande Deusa, também traz à tona a energia das Deusas Negras, como Kali, Hécate, Morrigan e Cerridwen. Deusas que vagam pela noite e que dominam a escuridão conquistam uma egrégora mais forte e acentuada nesse período, o que favorece o trabalho com essas divindades.

 Mas e aí, como conciliar o contato com divindades negras e o meu próprio eu? Não é tão difícil como parece. Todos nós somos dotados de luz e escuridão. Todos temos uma face escura, todos temos segredos que nem mesmo nossos melhores amigos conhecem. Temos uma área penumbral dentro de nós, tão profunda que, certas vezes, temos medo de tocá-la. Este é o campo onde deusas como Hécate agem. Transformando nosso interior e transformando nossos medos e temores em nossos aliados. Trabalhar com Hécate na Lua Negra é um convite ao autoconhecimento e ao domínio dos seus próprios instintos. 

A Lua Negra, portanto, é um momento muito (repito: muito!!) poderoso para realizar trabalhos mágicos. Banimentos funcionam muito bem aqui, mas eu recomendaria aproveitar a energia evanescente da Lua Minguante. Neste período, busque conhecer a si mesmo. Busque conectar-se a deusas da magia, deusas da noite, como Nyx e Lilith. Durante a Lua Negra, aceite suas perdas e prepare-se para receber o novo. Enfrente a morte que lhe aguarda - e permita-se renascer para o que te espera.
Aproveite essa energia para: quebrar feitiços enviados a você ou a pessoas que você ama, meditar e dominar a escuridão que existe em você.
Símbolos da Lua Negra: a foice, caveiras/esqueletos, cristais como ônix, turmalina negra e quartzo fumê; ervas como artemísia e eucalipto.

A Lua Negra de janeiro ocorre nos dias 28, 29 e 30 (marcado ainda pela Lua Violeta). 

Para esclarecer, Lua Violeta é um termo criado por Mirella Faur, em "Anuário da Grande Mãe". A Lua Violeta ocorre quando há duas luas negras no mesmo mês (o que ocorre agora em janeiro). A Lua Violeta amplifica as possibilidades e os poderes da Lua Negra, além de dotá-la com um incrível poder de transmutação e transformação de energias negativas. 

Contemple este período com sabedoria. Utilize-o com magia de forma consciente. Deixe que a Lua Negra, potencializada pelo efeito violeta provoque transformações no seu modo de ver as coisas. Convide a deusa anciã, portadora de toda sabedoria, e deixe que Ela lhe ensine sobre suas missões.

E que assim, abençoado seja.

Evan Kunagnos

Nas noites carrego as sombras, mas quando amanhece o dia ilumino-me novamente. Sou trevas Sou luz... Carrego a magia do sol e da lua. Em meu ventre gero a vida, a mesma vida que hoje não acredita tanto mais em mim. Passam-se dias e noites, e muitos nem sequer veem o tempo passar. Esqueceram-se de me admirar.

Blessed be

Deby N. M.


(((poemaasbruxas.blogspot.com.br)))

domingo, 17 de agosto de 2014


Lua Minguante  -  17-08-2014

A lua minguante representa o período de envelhecimento e morte de todos os seres e coisas, é natural as mulheres menstruarem na lua minguante, pois seu óvulo não fecundado morre e é descartado nesse período. Na Lua Negra transformamos, na Nova criamos, na crescente colocamos em prática nossos objetivos, na cheia eles se fortalecem e na minguante eles são ‘arquivados’, morrem para que possamos na lua negra iniciar todo o ciclo de analise, criação, expansão, fortalecimento e término novamente.

Nesse momento a Deusa percorre os portais até o submundo, ela é a Senhora, a Anciã que em breve será Rainha das transformações. Esse é um período de grande transição, nervosismo, conflitos, dúvidas são características muitos presentes durante a lua minguante. Assim como a Deusa percorre os portais entre os mundos, nós estamos no fim de um ciclo, finalizando por completo projetos e tendo a necessidade de começar a buscar por novos. É também um período de descanso, já que na Lua Cheia muito da energia foi desprendida.


LIMPEZA, PURIFICAÇÃO, DECORAÇÃO E SINTONIZAÇÃO.

A Decoração do Esbbat de lua minguante é muito individual, sua cor, normalmente é o marrom, vinho ou o negro, cores ligadas aos términos, a morte, ao envelhecimento. Se quiser você pode utilizar outras cores, desde que não sejam cores muito chamativas. Você deve espalhar por todo o local; símbolos, imagens ou objetos para onde você irá enviar as energias de término. A decoração deve auxiliar em suas reflexões e no envio de suas energias para o objetivo da celebração.
A Sintonização corresponde a uns 15 minutos que você deve dedicar ao ambiente onde ocorrerá a celebração. Respire fundo, sinta os cheiros, ouça os sons do local, olhe a sua volta e veja onde está, tente sentir a energia do lugar. Caso seja um lugar com uma história bonita reflita um pouco sobre essa história, tente entender porque você foi celebrar ali, ande por todo o local, interaja com a energia emanada por esse ambiente. Faça tudo isso em silêncio, respirando fundo, e preparando todo o seu corpo para o Esbbat que está sendo iniciado.


ABERTURA DO CÍRCULO E INVOCAÇÕES.

Cada esbbat corresponde a um aspecto das divindades, a Lua Minguante possui princípios muito similares aos da Lua Negra, sendo assim os DEUSES negros e os Deuses relacionados a términos são celebrados nesse momento. Alguns exemplos são: Ísis, Perséfone, Osíris, Hades e vários outros que vocês podem encontrar na sessão Deuses.
Na simbologia do Esbbat, a Deusa é a Anciã, já amadurecida e pronta para a morte. Nesse momento o altar dos ancestrais deve receber maior atenção, caso alguém tenha falecido a pouco tempo é comum pedir que essa pessoa seja encaminhada pelos DEUSES para Sunmerland de modo que não fiquem vagando pelo astral ou aprisionados no submundo. Aqueles que se encontram entre a vida e a morte também devem receber atenção, esse é um bom período para trabalhar curas, já que apenas com a morte é possível vida e vice-versa.
Apenas após estudar, conhecer e se sintonizar com uma divindade é que estamos aptos para chamá-la em um RITUAL , com isso depois de trabalhar com a face do seu panteão você deve criar sua forma de invocar tal divindade, pois já saberá como.
Enquanto dança tente colocar para fora sons variados, use da sua criatividade, trabalhe o seu interior, acalme seu coração, organize suas energias, equilibre seu corpo.
É comum criar Cânticos para os DEUSES presentes nos esbbats, use sua criatividade, use ritmo, rimas e sons variados todos ligados ao princípio básico do esbbat: Término, Conclusão, Morte, CURA , purificação.
Orações? Sim orações! Os Bruxos conversam com suas divindades, obviamente de uma forma diferente (não ajoelham ou se colocam inferiores), mas conversam, pedem e agradecem da mesma forma que todas as outras religiões. As orações podem ser espontâneas ou montadas com antecedência, podem ser ritmadas ou não, devem apenas estar relacionadas ao esbbat, conversem com os Deuses, peçam ajuda para enfrentar, compreender e controlar as energias e pensamentos que os circundam. Encarem todas as imagens e sensações que os DEUSES vão lhe mandar para auxilia-los nesse momento. Apenas não esqueçam o Adágio:
“Cuidado com o que pede aos Deuses, pois eles podem realizar”.
Se você não está pronto para enfrentar determinada situação, não peça, não busque, não tente amplia-la. Se você pedir aos DEUSES auxilio em algo que você ainda não está pronto para ter, eles podem te dar exatamente para você ‘sofrer’ naquilo e aprender a não pedir coisas com as quais não está pronto para conviver.

TRABALHOS MÁGICOS
As(os) Bruxas(os) fazem feitiços, encantamentos e RITUAIS de magia variados, com diferentes finalidades. Cada Lua possui uma influência diferente nas energias que são usadas nesses ritos, a Lua minguante representa o momento mais propício para trabalhos de CURA e purificação, pois é nesse período que as forças cósmicas estão eliminando o velho, reciclando a natureza, é a morte para um futuro renascimento. É o momento em que tudo já foi produzido, enraizado, organizado, expandido, fortalecido e concluído. Família, relacionamentos, emprego, tudo deve ser purificado, finalizado.


DESTRAÇAMENTO DO CÍRCULO E AGRADECIMENTOS
Há um antigo adágio na minha Tradição que diz:
“Se você não é capaz de agradecer por tudo que ganha ou conquista, pare de pedir e buscar, pois não é merecedor de nada”.
Todo bruxo(a) sabe que só ganha aquilo que merece, sabe também que para merecer, ele precisa ser grato por tudo, grato a ele mesmo por ter vencido suas dificuldades e grato aos DEUSES por esses permitirem o prazer da vida, dando-lhe condições de viver livremente usufruindo daquilo que deseja.
Então use sua criatividade, seja sincero e agradeça a presença de todos os participantes do seu esbbat: ELEMENTAIS , ancestrais, amigos (caso celebre em grupo ou coven), agradeça a você mesmo e aos Deuses.

BANQUETE.
Não precisa ser exatamente um banquete variado, apenas uma refeição simples para celebrar o momento, no esbbat de lua Minguante recomenda-se o uso de alimentos leves e nutritivos, principalmente para aqueles que exercem trabalhos de purificação e cura, ou que passaram pela morte de alguém próximo. Lembrando sempre de verificar se você possui algum tipo de alergia a qualquer ingrediente, e sempre usem ingredientes naturais, nunca comam ou bebam nada que não conhecem ou saibam a procedência.

(Extraído do site Old Religion).

http://nathalie-pachecomoradadadeusa.blogspot.com.br/2013/01/lua-minguante.html


Boa Tarde!!!


Desejo que seu domingo seja: 
quente como o calor do fogo;
leve como uma brisa de Outono;
colorida com as cores do Arco Iris.
Blessed Be!
Calendário Lunar - 2014


sábado, 16 de agosto de 2014

Descrição do Produto Composição da Embalagem: 1 Gnomo Vaso de Flores em Resina. Medidas Aproximada do Produto: Altura Total: 20 cm Largura: 18 cm Profundidade: 11 cm Peso Aproximado: 550 gramas.
Oração Celta

"Que atendas ao teu anseio de ser livre.
Que as molduras da tua integração sejam suficientemente amplas para os sonhos da tua alma.
Que te levantes todos os dias com uma voz de bênção murmurando em teu coração que algo de bom te vai acontecer.
Que encontres uma harmonia entre a tua alma e a tua vida.
Que a mansão da tua alma nunca se torne um local assombrado.
Que reconheças o anseio eterno que vive no cerne do tempo.
Que haja benevolência no teu olhar quando contemplares o teu íntimo.
Que nunca coloques muros entre a luz e ti.
Que o teu anjo te liberte das prisões da culpa, medo, decepção e desespero.

Que permitas que a beleza espontânea do mundo invisível te recolha, cuide de ti e te inclua na integração."
Lilith

Lilith, é uma variação hebraica (e não judaica) da deusa sumeriana Lil - que significa "tempestade" -, muitas vezes reconhecida como a outra face de Inanna. Seu nome também parece estar relacionado à "coruja", provavelmente pelos seus hábitos: uma sinistra ave de rapina que se precipita, silenciosa, na escuridão, e que, não obstante, também simboliza a sabedoria. Por outro lado, o mito hebreu fala de como Lilith foi moldada de terra e esterco, provavelmente querendo refletir o potencial da terra adubada - o que a relaciona, também, com a sexualidade e fertilidade.
A história que podemos lembrar de Lilith começa com Innana, a neta da deusa Ninlil, conhecida como "Rainha dos Céus". A história de Innana e Enki nos fala dos costumes sexuais sagrados, que são a dádiva de Innana para a humanidade.
Em seus templos se praticava a prostituição sagrada e suas sacerdotisas eram conhecidas como Nu-gig. Os homens da comunidade buscavam a Deusa nessas sacerdotisas e o ato sexual era sagrado, proporcionando a cura física e espiritual. Nessa época, o nome de Lilith era o da Donzela, "mão de Innana", que pegava os homens nas ruas e os trazia ao templo de Erech para os ritos sagrados.
Entre 3000 e 2500 a.c., os sumerianos passaram a ter contatos com culturas patriarcais. Estas, para poderem dominar aquele povo, sabiam que deveriam atacar seu maior centro de poder: o templo do sexo sagrado. Para que a conquista dos sumérios pudesse ter lugar, as culturas patriarcais interessadas começaram a disseminar as ideias de repressão sexual, combatendo como malignas as práticas sexuais milenares dedicadas à Deusa. As práticas sexuais se tornaram então parte da sombra, o poder da mulher foi identificado com o mal e o demoníaco...
Daí, através dos séculos, a Donzela Lilith, que buscava os homens para o Templo de Innana, se tornou no patriarcado o símbolo do mal supremo. Ela encarna de todas as formas e por milênios o medo atávico do homem do poder sexual da mulher.
Mais ou menos em 2400 a.c. Lilith, o Espírito do Ar, foi distorcida como a primeira mulher de Adão, como encontramos em muitos mitos, como um demônio, que foi expulsa do Jardim do Éden. Lilith não é, originalmente, da mitologia cristã ou judaica (e muito menos bíblica - e por isso nem é mencionada nela).
Os hebreus não eram monoteístas como os judeus. Até pelo contrário: eram politeístas. E pautavam sua vida pessoal e comunitária pelos ciclos sazonais - o que os torna também pagãos. Só após a invasão e destruição de Israel pelas forças babilônicas, no século VI a.C., é que começa a surgir o Judaísmo, mais ou menos como hoje o conhecemos - monoteístas e patriarcais.
Os primeiros capítulos da Bíblia (Gênesis 1 a 3) não são os escritos mais antigos desse livro. Sua articulação final data mais ou menos do fim do Exílio na Babilônia e, portanto, traz uma profunda rejeição a tudo que fosse ligado ao "inimigo". A Árvore da Vida, a Serpente e até a própria figura da Mulher são tratadas com menosprezo exatamente para estabelecer uma distinção.
No entanto, é interessante lembrar que o significado do nome "Eva" é "MÃE DE TODOS", e Adão significa "FILHO DA TERRA" - e isso já é suficiente para estabelecer sua antiguidade em relação à própria Bíblia. Certamente trata-se de um mito passado de geração em geração, via oral (como de hábito naqueles povos), que falava de uma GRANDE MÃE e de seu Filho.
Lilith, na tradição matriarcal, é uma imagem de tudo o que há de melhor na sexualidade feminina - a natureza da mulher, o poder do sangue menstrual, que é o poder da Lua Escura. O período normalmente dedicado a Lilith, naquela época, era exatamente o período menstrual. O momento em que as mulheres poderiam ter relações sexuais livres da possibilidade de gravidez e, por isso, tais relações estariam exclusivamente ligadas ao prazer (e não à procriação, como era a perspectiva patriarcal). Assim, muitas vezes, se referiu a essa Deusa como o "Espírito Menstrual".
A reação judaica foi muito rápida e fulminante: transformou em pecado e tabu o sexo no período menstrual - uma artimanha para solapar o culto a Lilith. A segunda foi criar "regras" para a relação sexual - particularmente, regras que garantiam o prazer masculino, mas negava e proibia o prazer feminino. Nesse quadro, Lilith figurava para as mulheres como a experiência sexual capaz de integrar mente e corpo (pois estava livre da gravidez), abrindo um caminho para os tesouros misteriosos do submundo feminino. É encarada como a mulher positiva e rebelde, a que não aceita os padrões patriarcais que marcam a menstruação com dores e vergonha.
Conhecer a figura de Lilith é lembrar de um tempo no passado antigo da humanidade em que as mulheres eram honradas pela iniciação sexual, onde expressavam sua liberdade e paixão natural .
Hoje, depois desses séculos todos de um patriarcalismo opressor, Lilith volta como uma Deusa negra, ou seja, a energia feminina trancafiada nos calabouços da psiquê de toda a humanidade: para os homens, ela é um desafio; para as mulheres, um arquétipo.
O que significa reivindicar os poderes de Lilith para a mulher de hoje? Na literatura mítica antiga havia 3 Liliths - que refletiam as fases de lua crescente, cheia e escura:

A Lilith crescente era Naamah, a Donzela Sedutora

Donzela é a mulher indômita, selvagem, livre, vibrante de energia, imprevisível como o vento. Sua resposta à vida é espontânea, vívida. Totalmente objetiva. Por mais bela que possa ser, não anseia por estabelecer relacionamento, mas para avaliar, experimentar e descobrir suas próprias formas de ordem.
A mulher mais velha pode ter sido limitada ou reprimida na juventude, e pode reivindicar a Donzela, conscientemente, para libertar seu espírito e encontrar a sua direção. Muitas crises de meia-idade são forjadas por uma Donzela enclausurada e confinada, precipitada muito cedo num casamento convencional, sem oportunidade de explorar alternativas na sexualidade ou na carreira.
Mulheres em motocicletas, em laboratórios, estudando as florestas e matas, dançando num palco, discursando na plataforma política - elas são a Donzela.

A Lilith Mãe era Nutridora
Na primavera ela abre seu corpo-terra para gerar crescimento novo e brilhante. No verão, ela envolve com braços protetores a terra ardente. Na época da colheita ela espalha amplamente sua generosidade, e, à medida que o frio aumenta, ela aconchega os animais em suas tocas no inverno, puxando as sementes para o profundo interior do seu útero até que volte a época do reverdecimento.
A Donzela pode inspirar nossos atos criativos, mas a Mãe está presente quando os produzimos.
E havia a Lilith Anciã, a Destruidora
Embora a Donzela seja procurada e a Mãe respeitada, a Anciã recebe pouca atenção. Mas é na Anciã que o poder feminino realmente se torna completo.
A Anciã é sábia, observadora, tecelã, conselheira. Conhece os caminhos entre os mundos. Isso pode fazer dela uma personagem desconfortável, mas é um repositório de sabedoria feminina, do conhecimento acumulado da mulher que não menstrua mais, porém mantém dentro de si o depósito do seu poder.
Na primeira, devemos confrontar as maneiras pelas quais nós somos reprimidos, buscando recuperar nossa dignidade. Na segunda, devemos integrar o desespero que vem de nossa rejeição, angústia, medo, desolação; e na terceira descobrimos o poder da transmutação e da cura dela decorrente, uma vez que ela corta nossas falsas retenções, desilusões e nos ajuda a encontrar nossa essência livre e selvagem.

FONTE: Priscila Manhães


(((3fasesdalua.blogspot.com.br)))
Magia das Fadas para prosperidade

A canela sempre foi usada para magias de prosperidade e pode ter seu resultado potencializado se utilizada de acordo com esta receita originária de uma antiga irmandade mística conhecida como "A Senda das Fadas":
1 - Acenda num jardim um incenso de canela;
2 - Escolha uma flor e, segurando sempre o incenso, faça com que as cinzas caiam formando um círculo em volta da flor escolhida.
3 - Peça então que a fada dessa flor oriente seus caminhos rumo ao sucesso.
Há milénios as fadas atendem esse código tão singular.